segunda-feira, agosto 31, 2015

 O suposto autor do bárbaro crime que ceifou a vida da advogada Leda Martha Lucyk dos Santos, capturado esta semana na cidade de Estrela do Norte, em Goiás, Dejacir Ferreira de Sousa, desembarcou (ontem à noite) agora a pouco em Belém, no Hangar do estado.

Ele chegou com a equipe da polícia civil do Pará, sob o comando do delegado Silvio Birro. Neste momento ele irá ao IML, para exame de corpo e delito e em seguida será encaminhado ao CRPP3 - Centro de Recuperação Penitenciária do Pará - 3, em Americano. Djair foi preso em Goiás, por homicídio de um borracheiro de 80 anos. O presidente da OAB-PA, Jarbas Vasconcelos, junto com o vice presidente, Alberto Campos, o diretor tesoureiro, Eduardo Imbiriba o conselheiro seccional Dennis Serruya e os membros da Comissão de Defesa das Prerrogativas da OAB-PA, André Tocantins e Rodrigo Godinho, acompanharam a chegada.

A advogada Leda Martha Lucyk dos Santos, sua filha de 9 anos, e sua secretária, Hellen Taynara Siqueira Branco foram assassinadas no dia 22 de fevereiro de 2014. No dia 25 de fevereiro, o ex-marido da vítima e suspeito de ser o mandante do assassinato, o advogado Altair dos Santos, foi preso pela Polícia Civil do Pará, após sua prisão temporária ter sido decretada.

Duas mulheres e uma criança mortas a facadas por machismo e preconceito. Este crime é o mais grave feminicídio cometido no Pará! Parabéns ao trabalho da Polícia, da nossa Comissão de Defesa das Prerrogativas e a Oab Subseção DE Itaituba!

Fonte: OAB e Junior Ribeiro 
‪AOABpedejustiça
Foto: Sheila Faro e TV- Anhanguera-Goiás


Jeso comenta questionamento do blog sobre dados do IBGE sobre população de Itaituba

O jornalista Jeso Carneiro, signatário do blog mais acessado da região e um dos que gozam de maior credibilidade na Amazônia, comenta as colocações feitas por mim a respeito dos recentes números do IBGE concernentes ao crescimento populacional de municípios paraenses. Itaituba não aparece nem entre os dez primeiros.
---------------------------------------------------

Caro Jota, teu comentário faz sentido. De acordo com o esse novo levantamento do IBGE - 2014-2105 - Itaituba só cresceu em termos populacionais 0,04% nesse período.

É pouco. Muito pouco. E estranho diante da fervilhante, a olho nu pelo menos, movimentação populacional no município, notadamente na periferia, à reboque dos grandes empreendimentos estatais e privados que nele se instalam.

A população de Itaituba só cresceu mais no oeste do Pará do que a de Jacareacanga, que não sofreu qualquer alteração populacional no período.

Será que o IBGE desligou o "sismógrafo" de Itaituba? Ou esse "fervilhamento" de novos habitantes que se enxerga na cidade é ilusão de ótica?

Jeso Carneiro

Olho por olho...

Leitor que assina como Prodígios Gameplay, revoltado com a covardia do assassinado da madrugada de sexta para sábado, quando um homem foi morto por esfaqueamento na Hugo de Mendonça, desabafa

Ontem na hora do acontecido estava numa rodada com alguns amigos na praça do congresso fazendo um churrasco e jogando conversa fora. Quando a policia passou atrás desses meliantes, e quando nós soubemos do acontecido ficamos muito triste e indignado com tudo isso que está acontecendo na nossa cidade.

Na realidade, quem são os culpados SOMOS TODOS NÓS, pois colocamos no poder PESSOAS CORRUPTAS, que não estão ligando para o povo. No dia que o POVO ACORDAR e ver que são eles que fabricam os LADRÕES ai sim o BRASIL irá mudar.

Umas pessoas dessas deveriam  morrer do mesmo jeito ou até mesmo pior. Sei que não devemos atacar violência com a violência, mas chegou a certo ponto que o país não aguenta mais. Matou por besteira tem que morrer, Por que olha o caso de um desses meliantes, fazia pouco tempo que tinha saído da FUNCAP só para matar um pai de família, um homem trabalhador que não estava fazendo mal a ninguém.

ITAITUBA NÃO AGUENTA MAIS, VAMOS DAR UM BASTA NESSA VIOLÊNCIA. DEVEMOS NOS UNIR A SOCIEDADE CIVIL E REIVINDICAR O QUE É DIREITO A TODOS NÓS.


SEGURANÇA, PAZ, EMPREGOS, ÁREAS DE LAZER (Nossa cidade é carente desse tipos de espaços, como um teatro municipal, um museu com estruturas de museu, praças para os jovens praticarem todos os tipos de esportes, entre outras. Sai prefeito e entra prefeito e sempre é a mesma coisa falam coisas lindas no palanques e quando ganham esquecem de tudo o que prometerem e outra esquecem que 4 anos passam muito rápido).

VAMOS PENSAR MELHOR E SEMPRE PENSANDO NO PRÓXIMO PARA QUE SEJAMOS MAIS FELIZES.

domingo, agosto 30, 2015

Top Qualidade 2015 premiou destaques, ontem

 Em uma solenidade muito bem organizada pela Intervox, tendo como palco o Restaurante e salão de eventos Divino Sabor, foram entregues na noite de ontem os certificados dos agraciados.

Empresas e profissionais liberais foram os premiados da noite.

As lentes do blog do Jota Parente e do Jornal do Comércio estiveram registrando todos os momentos.




sábado, agosto 29, 2015

Os 10 municípios onde a população mais cresceu no Pará e o esquecimento de Itaituba pelo IBGE

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou hoje (28) a estimativa de população dos 5.570 municípios brasileiros com data de referência em 1º de julho de 2015.

Estima-se que o Brasil tenha 204,5 milhões de habitantes e uma taxa de crescimento de 0,83% de 2014 para 2015.

Santarém cresceu nesse período 0,68% – saltou de 290.521 habitantes para 292.520.

No Pará, o município que teve maior taxa de crescimento foi São Félix do Xingu (foto), que cresceu 4,08%, seguido de Canaã dos Carajás (3,9%).
Faro, no oeste do Pará, foi a cidade que apresentou a queda mais acentuada na população em todo o estado: -2,2%. Abaixo, os 10 municípios do Pará com as maiores taxas de crescimento populacional entre 2014 e 2015:

1º) São Félix do Xingu
População em 2014: 111.633
População em 2015: 116.186 habitantes
Crescimento: 4,08%

2º) Canaã dos Carajás
População em 2014: 32.366
População em 2015: 33.632 habitantes
Crescimento: 3,9%

3º) Ulianópolis
População em 2014: 51.956
População em 2015: 53.881 habitantes
Crescimento: 3,7%

4º) Anapu
População em 2014: 24.525
População em 2015: 25.414 habitantes
Crescimento: 3,6%

5º) Parauapebas
População em 2014: 183.352
População em 2015: 189.921 habitantes
Crescimento: 3,5%

6º) Tailândia
População em 2014:
População em 2015: 97.161 habitantes
Crescimento: 3,46%

7º) Ipixuna do Pará
População em 2014: 56.613
População em 2015: 58.558 habitantes
Crescimento: 3,43%

8º) Santana do Araguaia
População em 2014: 65.062
População em 2015: 67.033 habitantes
Crescimento: 3,03%

9º) Placas
População em 2014: 27.700
População em 2015: 28.533 habitantes
Crescimento: 3,00%

10º) Cumaru do Norte
População em 2014: 12.069
População em 2015: 12.423 habitantes
Crescimento: 2,9%
Fonte: IBGE
Extraído do blog do Jeso
--------------------------------------------
Meu comentário: Nos últimos cinco anos, indiscutivelmente, Itaituba sofreu um aumento considerável no número de seus habitantes, principalmente na sede do município.

Não se pode mensurar, porque esse é um trabalho do IBGE, que quando se refere a Itaituba tem sido sempre extremamente negligente. Mas, a cidade cresceu para a periferia, havendo bairros atualmente, que não existiam há pouco tempo.

Itaituba tem sido sistematicamente prejudicado por causa dos sensos incompletos que o IBGE tem feito, aliado à falta de interesse de seus governantes, que não tem dado a devida atenção ao problema, preferindo se queixar depois que o leite derrama.

Não precisa ter bola de cristal para saber que a população de Itaituba cresce em média, bem mais do que alguns, ou do que todos esses municípios citados. Mas, o IBGE não está nem aí.

Jota Parente



Primeiro, os bandidos mataram um homem, para depois ver se tinha alguma coisa para roubar

            Não tenho os nomes porque não passei na 19ª Seccional para levantá-los, mas, vou contar o fato, que assusta pela violência gratuita, e para que sirva de alerta para todos.
            Na noite de ontem, três servidores, que estavam hospedados em um hotel do centro de Itaituba, foram até a orla da cidade para tomar uma cerveja e bater um papo.
            Depois das duas da manhã os três pagaram a conta e começaram a se deslocar rumo ao hotel, subindo pela travessa 15 de Agosto.
            Quando estavam mais ou menos na metade do primeiro quarteirão, observaram que estavam sendo seguidos por três homens, que apressaram o passo para alcança-los.
            Os três servidores começaram a correr desesperados, mas, um deles ficou para trás, sendo alcançados pelos vagabundos, que o puxaram, vindo o mesmo a cair, já na rua Hugo de Mendonça, pouco depois de ter saído da 15 de Agosto.
            Os marginais, imediatamente, sem dizer se aquilo era um assalto, ou não, começaram a perfurar a vítima com várias facadas, ficando muito sangue espalhado pela calçada.
            Os colegas da vítima gritaram pedindo socorro, mas, era muito tarde, havendo quase nenhum movimento no local.
            Como alguns vigilantes das proximidades fizeram alguns disparos para cima (deveriam ter atirado nos bandidos), eles correram mlevar nada da vítima, que morreu no local, em cujo bolso foram encontrados R$ 600,00.
Alguns vigilantes correram atrás dos assassinos, conseguindo encurralar dois deles até a chegada da política. Um terceiro conseguiu fugir.
O blog foi informado que um dos assassinos saiu recentemente da Funcap, em Santarém, não se tendo certeza se ainda é menor, ou se já chegou à maioridade.
A fonte que contou todos esses detalhes não soube precisar o órgão em que os três servidores públicos trabalham.
De acordo com Júnior Ribeiro, em seu blog, a vítima era engenheiro do DNIT.
A vida, para esses vagabundos, nada vale. Eles, primeiro matam para depois ver se tem alguma coisa para ser roubada. Mesmo assim, tem muita gente que acha que todo delinquente deve merecer uma chance de ser ressocializado.

Cada caso é um caso, e enquanto isso não for levado em consideração, enquanto bandidos contumazes forem tratados como menores indefesos, vamos continuar sendo obrigados a conviver com esse tipo de situação, que vai ficando cada vez mais banal.

sexta-feira, agosto 28, 2015

Tangerino, advogado de Altair dos Santos, está em Estrela do Norte para conversar com Dejair

O advogado Jorge Tangerino, de Belém, que tem alguns clientes em Itaituba, está advogando para o também advogado Altair dos Santos, apontado como mandante do triplo homicídio ocorrido no dia 22 de fevereiro do ano passado, em Itaituba, no qual foram vítimas, Leda, Hanna e Taynara.
Ontem Tangerino chegou a Estrela do Norte com o objetivo de conversar, hoje, com Dejacir Ferreira de Sousa, que se encontra preso naquela cidade de Goiás.
Dejacir foi o autor do triplo assassinato.
Como Tangerino não representa Dejacir em nenhum dos processos pelo qual ele responde, alguns advogados de Itaituba que tiveram contato com o blog disseram estar muito curiosos sobre essa conversa.
Um dos advogados que manteve contato com o blog disse que conversou na tarde de ontem com seu colega Tangerino, que confirmou estar mesmo em Estrela do Norte.


Hospital Regional do Tapajós é construído com verba da Taxa Mineral

De acordo com pessoas que tratam do setor, o valor arrecadado pelo governo do estado no ano de 2014 com a cobrança da taxa mineral foi de R$ 361.180.000,00 (trezentos e sessenta e um milhões cento e oitenta mil reais).
A Taxa Mineral foi criada em 2011. Na época até os deputados de oposição elogiaram a iniciativa do governador Simão Jatene de buscar compensações pelo que a atividade mineral do estado deixa de recolher em impostos.
E como grande produtor mineral do estado, o município de Itaituba se beneficia da Taxa Mineral e o retorno desta taxa está vindo através da construção do Hospital Regional, portanto o problema no atraso da construção do HR do Tapajós não é por falta de recursos.

Com informações do jornalista Weliton Lima, para o blog

Dilma se irrita ao ser impedida por funcionário de passar em trecho de cerimonial no Planalto

BRASÍLIA - Antes do início oficial da cerimônia de comemoração dos 10 anos do programa Bolsa Atleta e recepção aos atletas dos jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015, que foram os maiores medalhistas da competição, a presidente Dilma Rousseff foi impedida de passar por um funcionário do Cerimonial do Palácio do Planalto e se irritou.

O episódio ocorreu quando Dilma e os atletas se dirigiam do Salão Leste, onde a presidente os recebeu e os cumprimentou, para o Salão Nobre, local da cerimônia. Próximo à rampa do grande salão, o caminho afunilou e o funcionário se postou na frente de Dilma, abrindo os braços para que ela parasse, dando a oportunidade de os atletas cadeirantes e demais esportistas seguissem o caminho. Visivelmente contrariada, Dilma reclamou com ele.

Segundo a presidente do Comitê Nacional do Cerimonial Público, Yvone de Almeida, houve uma "precipitação" dos funcionários responsáveis pelo protocolo no Planalto.
— Para você avaliar com segurança o que ocorreu, é preciso ver se houve um planejamento. Pelo que eu li e soube sobre o assunto, foi anunciado que a cerimônia iria ocorrer em outro lugar. Depois de feito o anúncio, a presidente foi barrada por um funcionário. Se ela foi informada que era para se deslocar, ela atendeu a um chamado do cerimonial.


Yvone diz que a presidente foi chamada em um momento inadequado.

— Essa é a minha interpretação. Houve uma precipitação do mestre de cerimônia. Ele precisa ter total domínio da situação. Houve uma precipitação, e naturalmente um descontentamento de uma autoridade. No caso, a presidente da República. Essa é uma opinião superficial, de quem não estava presente. Cerimonial é, sobretudo, planejamento, uma coreografia.

Para a presidente da ONG VIDAS, Patrícia Goloni Lolo, que ajuda pessoas com deficiência, os cadeirantes devem ser tratados como qualquer outra pessoa:

— Tudo o que o cadeirante quer é ser tratado como uma pessoa normal. Qualquer pessoa que estivesse diante do presidente da República, o deixaria passar primeiro. Então, acho que o protocolo deveria seguir da mesma forma. Se o andante esperaria, por que o cadeirante não poderia esperar? — questiona. (O Globo)

PIB recua 1,9% no 2º trimestre, e país entra em recessão técnica

No primeiro trimestre, economia teve queda de 0,7%, segundo IBGE. Investimentos tiveram a maior queda desde o primeiro trimestre de 1996.


G1 - O Produto Interno Bruto (PIB) registrou queda de 1,9% no segundo trimestre de 2015, em relação aos três meses anteriores, e a economia brasileira entrou no que os economistas chamam de "recessão técnica". No primeiro trimestre do ano, o PIB caiu 0,7% (dado revisado).
Em relação ao segundo trimestre de 2014, a baixa foi ainda maior, de 2,6%. Em valores correntes, o PIB no segundo trimestre do ano alcançou R$ 1,43 trilhão.
Os números foram divulgados nesta sexta-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A queda de 1,9% do segundo trimestre de 2015 é a maior desde o primeiro trimestre de 2009, quando também registrou recuo de 1,9%.
Neste trimestre, frente ao anterior, todos os setores registraram queda, puxada pela indústria, que teve retração de 4,3%, pela agropecuária, de 2,7% e pelos serviços, de 0,7%.
O Brasil voltou a ter dois trimestres seguidos de queda no PIB e, por isso, entrou em “recessão técnica”. Na prática, essa classificação serve como uma espécie de “termômetro” para medir o desempenho da economia. Isso porque, de acordo com economistas, não são apenas dois resultados negativos seguidos que indicam a recessão, mas sim um conjunto de indicadores negativos, como aumento do desemprego, queda na produção e falência de empresas.
No primeiro semestre de 2014, o país tambémentrou em recessão técnica. Antes disso, o Brasil também havia registrado uma recessão técnica no último trimestre de 2008 e primeiro de 2009, durante a crise econômica mundial.
No acumulado dos quatro trimestres terminados no segundo trimestre de 2015, o PIB recuou 1,2% frente aos quatro trimestres. No ano, de janeiro a junho, a economia registra contração de 2,1%, na comparação com o mesmo período do ano passado.
“Tanto pela ótica da produção quanto pela da despesa, a gente tem que os três principais setores do PIB apresentaram queda em relação ao trimestre anterior”, apontou Rebeca de La Rocque Palis, coordenadora de Contas Nacionais do IBGE.
Consumo e investimentos
A formação bruta de capital fixo (investimentos) sofreu uma queda  de 11,9%, no segundo trimestre de 2015, frente ao mesmo período de 2014, a maior desde o primeiro trimestre de 1996, quando recuou 12,7%.
"Este recuo é justificado, principalmente, pela queda das importações e da produção interna de bens de capital, e também pelo desempenho negativo da construção civil."
A despesa de consumo do governo caiu 1,1% em relação ao segundo trimestre de 2014 e os gastos das famílias, que também entram no cálculo do PIB, caiu 2,7% - o segundo recuo seguido.
"O resultado pode ser explicado pela deterioração dos indicadores de inflação, juros, crédito, emprego e renda ao longo do período", informou o IBGE.
Expectativas negativas confirmadas
A expectativa do Banco Central era de que o PIB tivesse mesmo recuado de abril a junho deste ano. O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), que é uma espécie de "prévia do PIB", indicava uma retração de 1,89% no segundo trimestre deste ano, frente aos três meses anteriores. Com isso, quando foram divulgados, em meados de agosto, os números já apontavam que a economia brasileira entraria em recessão técnica.
Já a estimativa do mercado financeiro para o ano todo, apresentada no início da semana pelo boletim Focus do Banco Central, indicava que a economia deverá ter uma retração de 2,06%, seguida por uma queda de 0,24% em 2016.
Como um país sai de uma recessão?
O fim de uma recessão só é constatado quando existe um movimento consistente de retomada em todos os indicadores econômicos, segundo o economista da FGV/IBRE Paulo Picchetti. Dados como taxa de desemprego, vendas no comércio, produção industrial e outros precisam mostrar de forma clara e conjunta que estão em recuperação.

Economistas esperam recessão mais longa da história no país; entenda

G1 - Os dados divulgados nesta sexta-feira (28) confirmam: a economia brasileira entrou em recessão. E se as previsões do mercado se confirmarem, ela será a mais prolongada da história do país.
De abril a junho, o Produto Interno Bruto (PIB) recuou 1,9%, registrando o segundo trimestre seguido de queda – o que caracteriza a recessão técnica. A expectativa dos economistas dos bancos é que, no ano, a economia tenha uma retração de 2,06%, seguida por uma queda de 0,24% em 2016.
Se confirmada a previsão, será a primeira vez que o país registrará dois anos seguidos de contração na economia, pela série do IBGE iniciada em 1948.  Todas as seis vezes em que o país fechou o ano com PIB negativo foram sucedidas por uma rápida recuperação nos anos seguintes.
O cenário atual é bem diferente, segundo o economista da FGV/IBRE Paulo Picchetti. “A recessão começou sem ser possível enxergar os mecanismos que vão levá-la ao fim. Não há instrumentos de política econômica capazes de reverter esse quadro num futuro razoavelmente rápido.”

Pior do que na época da hiperinflação
Para o professor da ESPM e sócio-diretor da Méthode Consultoria, Adriano Gomes, a recessão atual se distingue das passadas não só pela maior duração, mas pela rápida reação com o uso de políticas econômicas. “Sempre que havia uma recessão, os governos conseguiram agir e apontar um caminho de saída”, analisa.
Gomes acrescenta que, desde 1948, não se vê um cenário tão ruim, com tantos trimestres apontando recessão. Em sua opinião, um quadro prolongado de retração é pior do que uma recessão mais intensa e rápida. “Nem na época da hiperinflação havia um cenário tão negativo, com baixa confiança do empresariado e do consumidor e todos os outros indicadores mostrando o caos”, afirma.

Nos dois anos em que a economia retraiu mais de 4% – em 1981 e 1990 –, o PIB retomou o fôlego e cresceu perto de 1% nos anos imediatamente seguintes. Em 1993, a economia avançou 4,9%, após ter recuado 0,5% no ano anterior. “Desde a década de 1980, tivemos quedas rápidas e mais intensas do PIB, e recuperações mais rápidas também”, observa Picchetti.
O Brasil já está em recessão?
Um grupo de economistas da FGV, do qual Picchetti faz parte, divulgou em agosto um estudo mostrando que o Brasil entrou em recessão desde o segundo trimestre de 2014 – mesmo não registrando a chamada “recessão técnica” (dois trimestres seguidos de queda da economia).
Segundo o relatório, chegou ao fim, no primeiro trimestre do ano passado, um ciclo de 20 trimestres de expansão econômica, iniciado entre abril e junho de 2009. “Quando há uma queda generalizada do nível de atividade da economia, já podemos dizer que ela está em recessão”, explica o professor da FGV/IBRE.
Como identificar um quadro recessivo?
Quando a maioria dos indicadores econômicos – mercado de trabalho, atividade da indústria ou vendas no comércio, por exemplo – aponta quedas consistentes, já é possível concluir que a economia está num quadro recessivo, antes mesmo da divulgação do PIB oficial, pelo IBGE, acrescenta Picchetti.

Prefeitos protestarão contra Simão Jatene

Em protesto contra a falta de compromisso do Governo do Estado em investir em áreas básicas, como saúde, educação e segurança, prefeituras municipais devem fechar as portas durante todo o dia 16 de setembro. A paralisação é uma articulação da Associação dos municípios do Araguaia, Tocantins e Carajás (AMATCarajás), da Federação das Associações dos Municípios do Estado do Pará (Famep) e representantes de associações e consórcios do Estado.
A paralisação tem como objetivo mostrar à sociedade que os municípios não têm mais dinheiro para arcar com recursos que o governador Simão Jatene não tem repassado. Uma sessão especial na Assembleia Legislativa em torno do assunto está marcada para essa mesma data. Segundo Válber Milhomem, prefeito de Bannach e presidente da AMATCarajás, os municípios esgotaram completamente os seus recursos. “Sou cobrado todos os dias pelos prefeitos da região Sul e Sudeste do Pará. As administrações municipais estão conseguindo efetuar apenas o pagamento dos servidores”. 
Uma das demandas das associações se refere aos repasses atrasados referentes ao Programa Estadual de Atenção Básica à Saúde (Pabinho), o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), as Unidades de Pronto de Atendimento (Upas), além de vigilância em saúde e assistência farmacêutica, uma dívida de quase R$ 100 milhões.

PERDAS
O prefeito de São Félix do Xingu, João Cléber (PMDB), afirma que a cidade pode perder investimentos milionários por conta da demora na assinatura do título definitivo de área urbana (légua patrimonial) por parte do Governo do Estado ao município. A doação foi autorizada por meio de decreto legislativo ainda em 2013, mas até hoje não foi sancionada pelo governador Simão Jatene. 
A consequência é a impossibilidade de dar andamento a obras como construção de terminal rodoviário e mais de mil casas populares com valores do programa federal Minha Casa, Minha Vida. “Só que estes recursos estão parados porque nenhum órgão libera verba se não tivermos o documento que comprove a titularidade definitiva da área em que serão construídas estas obras. Estamos sem garantia jurídica. Ao todo, mais de R$ 100 milhões estão engessados à espera do documento definitivo de posse de área urbana”. A organização do protesto ainda não tem o número dos municípios que irão aderir à paralisação.
(Carolina Menezes/Diário do Pará)

quinta-feira, agosto 27, 2015

O atraso nas obras do hospital regional e o mal estar com Santarém na área da saúde

O andamento da construção do Hospital Regional do Tapajós continua muito lento. Nem a visita dos deputados da sessão itinerante ao local da obra alterou a rotina do trabalho.
De acordo com o diário de acompanhamento da obra, cento e nove operários estão trabalhando, o que convenhamos é pouco para o tamanho da construção, e nesse ritmo talvez nem ao final do atual mandato do governador Simão Jatene a obra esteja concluída.
O consorcio Nova Saúde, que é o responsável pela execução do projeto, já levou mais de dois anos para fazer apenas trinta por cento do serviço, e não há nenhuma explicação lógica que justifique toda essa morosidade.
Uma coisa é certa, falta de dinheiro não é, pois em várias oportunidades o governo fez questão de dizer que os recursos para a construção do Hospital Regional tem como fonte a taxa mineral e essa fonte tem enchido de dinheiro os cofres do governo.
Enquanto o Regional não ficar pronto, Itaituba e toda a região vão continuar na dependência de Santarém para todos os procedimentos de media e alta complexidade, e isso já está causando um princípio de mal estar na comissão de saúde da Câmara de Vereadores de Santarém.
O grande número de pacientes com TFD oriundos de Itaituba ajuda a superlotar o hospital municipal Santarém e isso tem provocando criticas da população santarena que se sente prejudicada com essa situação.
O presidente da comissão de saúde da Câmara de Santarém, vereador Dayan Serique informou que um relatório que está sendo produzido pela comissão questiona o fato de o município de Itaituba já trabalhar com o sistema pleno de saúde e ainda assim enviar para Santarém casos que no entendimento dos membros dessa comissão, poderiam ser tratados aqui em Itaituba.
Esperteza ou não, o fato é que realmente, na área de traumatologia, quase todos os pacientes acabam indo se tratar em Santarém, e isso vem provocando uma certa insatisfação nos santarenos, pois com o hospital municipal abarrotado de pacientes, a qualidade no atendimento que já é ruim, fica ainda pior.

Jornalista Weliton Lima – Comentário feito no telejornal Focalizando, hoje, 27/08/2015

Justiça proíbe empresa de utilizar porto clandestino em Santarém

A decisão liminar atende pedido do MPF. O porto, localizado na praia do Maracanã, era usado para escoamento de madeira e não tinha licença de funcionamento. 

Atendendo pedido de ação do Ministério Público Federal (MPF), a Justiça determinou que a empresa Dinizia Trading Ltda e seus sócios e administradores estão proibidos de utilizar um porto clandestino de escoamento de madeira na praia do Macaranã, em Santarém, no oeste paraense.

O juiz federal Érico Rodrigo Freitas Pinheiro deu o prazo de até cinco dias, a contar da intimação dos réus, para que a empresa cancele todas as atividades no porto. Em caso de descumprimento, a Dinizia Trading Ltda será obrigada a pagar multa diária de R$ 2 mil.
O MPF iniciou as investigações sobre o porto clandestino depois que um jornal local divulgou uma nota sobre o embarque e desembarque de produto florestal na praia do Maracanã pela empresa condenada. Em vistoria da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado do Pará (Semas), realizada em fevereiro de 2014, foi constatado o funcionamento do porto sem nenhum tipo de licença.

Para agravar a situação, a equipe de servidores da Semas registrou que a quantidade de madeira encontrada no pátio da empresa era superior à declarada no sistema do órgão ambiental. Por conta disso, a secretaria também determinou a abertura de procedimento administrativo específico para apurar a ocorrência de fraude ambiental.

Na ação, o MPF ressalta que o funcionamento do porto clandestino causou dano ao meio ambiente, especialmente considerando os restos de madeira depositados no local e a inviabilização de uso público da praia.

A decisão liminar (urgente) da Justiça Federal é de julho. O MPF tomou conhecimento da decisão em agosto.

George Miranda
Ministério Público Federal no Pará
Assessoria de Comunicação

quarta-feira, agosto 26, 2015

Dejaci está preso em Estrela do NorteEstrela d

Localização de Estrela do Norte
Estrela do Norte, o pontinho vermelho,
no extremo norte de Goiás fica a 360
km  de Goiânia.
A cidade onde está preso Dejaci Ferreira de Sousa é Estrela do Norte, que fica a uma distância de 360 km da capital Goiânia.


Dejaci está preso pelo assassinado de um homem, que segundo as informações, teria 80 anos.

Hoje, o vereador Isaac Dias, disse na Câmara, que foi informado de que o assassino disse que mataria um homem que havia dito que passaria a notícia para Itaituba, de que ele está preso naquela cidade.

Assim que fosse libertado mataria o possível informante.

No segundo semestre do ano passado, ao participar do programa O Assunto É Este, na Alternativa FM, Jardel Guimarães, então superintendente de Polícia Civil em Itaituba, disse que a última informação que a polícia havia tido do assassino foi de que ele deu uma surra em seu pai, no interior do Ceará, de onde desapareceu.

Como já está mais do que fartamente comprovado, trata-se de um elemento da mais alta periculosidade, que tem que ficar atrás das grades, se possível, pelo resto da vida.

Homem preso em Goiás é mesmo Dejaci

Foto: WhatsApp
O delegado Jardel Guimarães concedeu entrevista que vai ser veiculada dentro de alguns minutos no telejornal Focalizando, confirmando que o homem preso em Goiânia, capital de Goiás é mesmo o assassinado da advogada Leda Marta, de sua filha Hanna e da funcionária da boutique da advogada, Moda Íntima Belíssima, Taynara.

Dejaci Ferreira de Sousa, o assassino que foi identificado nas imagens de uma compra de outro que fica ao lado da boutique onde o crime aconteceu, está preso naquele estado por outro crime.

O jornalista Weliton Lima informou ao blog há pouco, que a presidente da subsecção da OAB, em Itaituba, advogada Cristina Bueno também confirmou que se trata do mais procurado assassino da região nos últimos tempos. Cristina também fala daqui a pouco ao Focalizando.


Por enquanto as providências ainda estão sendo tomadas para se saber o que vai ser feito, mas, fala-se até em fretamento de uma aeronave para se deslocar de Itaituba para Goiânia para verificar “in loco” o caso em todos os seus detalhes.

Claro Moda Íntima inaugura dia 1º de setembro


APAE na Câmara

Uma equipe da APAE de Itaituba está na Câmara. 

A professora Oneide Neves usou a tribuna quando falou sobre o trabalho da entidade.

Alguns alunos que seriam homenageados foram convidados a voltar em outra data porque as medalhas não ficaram prontas.

163 vai ser interditada

Jurandir Alves, liderança do distrito Campo Verde, usa a tribuna da Câmara neste momento. 

Ele afirmou que por causa do DNITA ter respondido negativamente ao pedido de asfaltamento de um trecho no Distrito que sofre muito com a poeira.

A comunidade já definiu a data de 8 de setembro para interditar a BR 163 por onde passam as carretas com soja.

O modo, segundo Jurandir,  encontrado para fazer suas reivindicações.

A pauta reúne ainda outras demandas, mas, o asf altamento de um trecho é a maior de todas.

terça-feira, agosto 25, 2015

Ovinhos que saíram caros: R$ 240 mil

Um cidadão que vinha pela Transamazônica, sentido Jacareacanga-Itaituba, de carona, foi flagrado em uma fiscalização do ICMBio transportando 240 ovos de tracajá.

Foi às proximidades de um local conhecido por Tracuá.

Disse que tinha pegado os ovos para comer, mas, a desculpa não colou, e os homens o autuaram com todo o rigor da lei.

A multa por cada ovo custa a bagatela de R$ 240,00. Para que ninguém tenha dúvida, duzentos e quarenta reais a unidade.

Como ele tirou os ovos em uma área de proteção ambiental, o valor da multa dobrou. Com isso, o desafortunado foi multado em R$ 240.000,00 (duzentos e quarenta mil reais).

O motorista que deu a carona disse que não sabia que o caroneiro conduzia o produto proibido. Mas, mesmo assim, seu veículo foi apreendido.

Justiça Federal condena pecuarista da Operação Castanheira por desmatamento ilegal

A Justiça Federal em Itaituba condenou o pecuarista Luiz Losano Gomes da Silva pelo desmatamento ilegal de aproximadamente 1.190 hectares de vegetação na Floresta Nacional do Jamanxim, em Novo Progresso, município do sudeste paraense. A decisão atende pedido de ação do Ministério Público Federal (MPF) ajuizada em março deste ano.

O réu é um dos envolvidos na Operação Castanheira e deve apresentar ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), em até 90 dias, um plano de recuperação da área degradada que contemple o cronograma de execução e procedimentos técnicos que serão utilizados na área para minimizar os danos ao meio ambiente.

“Não há dúvida, o réu desmatou, sem autorização, área de floresta nativa de tamanho expressivo, a qual deveria ficar preservada, uma vez que a manutenção da biodiversidade dentro de padrões sustentáveis, incontestavelmente, garante o oferecimento, pela natureza, de fatores ambientais essenciais à vida e ao sustento do ser humano, como água, solo, clima equilibrado”, afirma a decisão.

Embora a condenação seja do início de maio, o MPF foi notificado somente no início desta semana. O acusado foi notificado da decisão em 10 de agosto. Em caso de descumprimento, o réu Luiz Losano Gomes da Silva deverá pagar multa de R$ 5 mil por dia.

Operação - Realizada entre o final de 2014 e início de 2015, a operação Castanheira teve como alvo grupo que atuava ao longo da rodovia BR-163, na região entre os municípios de Altamira e Novo Progresso. A área onde a quadrilha atuava concentrava cerca de 10% de todo o desmatamento da Amazônia de 2012 a 2014.

George Miranda
Ministério Público Federal
Assessoria de Comunidade

Diniz homenageia Wirland

A maior parte do tempo usado pelo vereador Manoel Diniz foi para homenagear a memória do ex-prefeito Wirland Freire.

Diniz exibiu um vídeo montado pela TV Tapajoara resumindo a trajetória política de Wirland, destacando a capacidade de trabalho do ex-prefeito.


As pessoas que estavam na Câmara acompanharam o vídeo com muita atenção.

Orismar repercuti homenagem a Wirland

No horário destinado ao PPS, o vereador Orismar Gomes elogiou o vídeo apresentando por seu colega Manoel Diniz.

Disse ele, que Wirland foi um exemplo de homem trabalhador.

O asfalto borra - que foi um termo usado pelo ex-prefeito Edilson Botelho, referindo-se ao asfalto feito na administração de Wirland, que segundo Botelho, era de má qualidade, o qual seria arrancado por ele para colocar um asfalto bom – tem rua em que ele resiste até hoje, disse Orismar.

Dadinho pede aparte para elogiar Botelho
Orismar concedeu aparte para Dadinho, que disse que é preciso lembrar que Edilson Botelho foi um prefeito que trabalho muito.

Como Orismar não havia dito que Botelho não trabalhou, Dadinho poderia ter ficado quieto e evitado a resposta de seu colega.

“O prefeito Edilson Botelho trabalhou muito, sim. A diferença entre eles foi que o Wirland nunca se escondeu do povo, fosse prefeito, ou não. Ele gostava de viver no meio do povo”, disse Orismar.

Orismar falou ainda sobre os buracos cavados nas ruas pela empresa que coloca tubulação para água que um dia deverá chegar às torneiras.

Ele disse que ninguém reclama do fato dos buracos estarem sendo cavados, mas, do trabalho mal feito pela empresa, que depois que cava, não se dá ao trabalho nem mesmo de colocar barro no nível do asfalto nas ruas onde o serviço é feito.


Isso é fato. O trabalho dessa empresa é muito porco.  

Peninha fala dos problemas do setor de saúde

O vereador Peninha repercutiu a denúncia do deputado Chicão, do PMDB, quando da instada dos deputados estaduais em Itaituba, a respeito do atraso na obra do hospital regional do Tapajós, que está sendo construído em Itaituba e do tal do aditivo de R$ 3 milhões.

O edil aproveitou a oportunidade para relatar a situação de muitos doentes que vão de Itaituba para Santarém.

Dezessete pessoas estavam semana passada no Hospital Municipal de Santarém, em condições nada satisfatórias, aguardando uma vaga no Hospital Regional do Baixo Amazonas.

Peninha disse que os problemas que ele viu poderiam ser solucionados em Itaituba, pois Itaituba recebe dinheiro suficiente por estar habilitado na saúde plena. O problema é falta de gestão. Ele reiterou que esses casos deveriam ser atendido aqui.

Reunião de vereadores com prefeita e secretários foi adiada para setembro

A prefeita Eliene Nunes enviou ofício para a Câmara Municipal, informando que não seria possível acontecer na data de hoje, a reunião que foi solicitada por requerimento, pelo vereador Wescley Tomaz.

Em virtude de compromisso assumido anteriormente, a administração municipal solicitou que seja marcada outra data, podendo ser ainda na primeira quinzena de setembro.


Dessa reunião que é para ser de trabalho, deverão participar, além da prefeita, os vereadores e os secretários municipais.

O itaitubense Weverton Cordeiro vai participar do comitê de organização do SIGCOMM 2016

O SIGCOMM é um evento científico internacional altamente seletivo, e de máxima importância e prestígio na área de redes de computadores e de sistemas distribuídos. Ele tradicionalmente conta com a participação de pesquisadores de renomadas universidades, como MIT, Stanford e Cambridge, e empresas de tecnologia, como o Google, Microsoft e IBM.

O evento é promovido anualmente pela ACM (Association for Computing Machinery).


A ACM é a mesma instituição que, entre vários outros eventos de peso na área de informática, promove o "Turing Awards", também conhecido como o "Prêmio
Nobel da Computação".*

Testemunha diz que filho de Pitanguy tentou fugir apos acidente que terminou com a morte de uma pessoa

Segundo taxista, Ivo Pitanguy colocou o dedo em seu rosto e

perguntou se sabia com quem estava falando

RIO - Considerado testemunha-chave do acidente, o taxista G., de 33 anos, foi o primeiro a chegar à Rua Marquês de São Vicente, por volta das 23h30m, da última quinta-feira, e contou à polícia que encontrou Ivo Nascimento de Campos Pitanguy alterado e tentando ligar o carro. A delegada Monique Vidal, da 14ª DP (Leblon), baseou-se no depoimento do taxista para rever o indiciamento de homicídio culposo, quando não há intenção de matar, para doloso no atropelamento de José Fernando Ferreira da Silva.
— Eu estava ao telefone, chamando os bombeiros, quando ele ligou o carro. Abri a porta do carona e pedi que desligasse. Aí, ele veio, com o dedo em minha direção, “tu sabe quem eu sou?’’, “tu sabe quem eu sou?’’ (sic) — contou o taxista, que há dez anos trabalha na praça, afirmando que minutos depois chegaram bombeiros e policiais militares. — Ele só foi ver o ferido quando chegou os polícia (sic). Isso eu achei um absurdo.

Segundo ele, na hora do acidente, caía uma chuva fina. Ele relatou que o Mitsubishi Pajero de Ivo passara por ele em alta velocidade, pouco antes da colisão. O taxista afirmou ter desviado à direita para evitar que o Mitsubishi batesse em seu carro. Com a manobra, foi ultrapassado pelo veículo. Logo em seguida, G. ouviu o estrondo de uma batida. Ele contou que, mais à frente, chegou a passar pelo local, mas voltou ao ver que tinha uma pessoa ferida.

Apesar de ter se revoltado com o que viu, G. disse nesta segunda-feira ao GLOBO que teve receio de depor e que só anteontem resolveu ligar para a delegada.

— Espero que minha decisão não prejudique minha família. Mas não podia ficar calado. Desde aquela noite não durmo direito. A imagem daquele homem agonizando no chão não sai da minha cabeça. E ele (Ivo) mal olhou para o homem caído no chão, apenas reclamava do carro. Nunca vi nada assim. Como pode tanto desrespeito por uma vida — questionou o taxista.

Cinco agentes públicos — três bombeiros e dois policiais militares — afirmaram, na 14ª DP (Leblon), que o empresário estava alterado e com forte hálito etílico. (O Globo)

Juiz pede que MPF investigue blogueiros

O juiz federal Sérgio Moro, que conduz as ações da Operação Lava Jato, entrou com uma representação no Ministério Público Federal acusando de calúnia e difamação dois blogueiros que publicaram conteúdos sobre a família e a trajetória profissional do magistrado.
Na peça, Moro aponta Fabiano Portilho, do "Portal I9", e Miguel Baia Bargas, do "Limpinho&Cheiroso" como responsáveis por alguns dos "blogs de atuação duvidosa [em que] têm sido pontualmente veiculadas afirmações falsas, caluniosas, difamatórias e injuriosas do ora requerente [Moro]".
O juiz menciona quatro matérias para embasar a acusação de que ele e sua família vem sendo caluniados. Entre elas estão uma reportagem que afirma que a mulher de Moro foi assessora do vice-governador do Paraná, ligado ao PSDB. Outro texto diz que o proprietário de um escritório em que Moro trabalhou como advogado - antes entrar na magistratura - estaria ligado ao desvio do dinheiro da Prefeitura de Maringá (PR).
Para ele, o objetivo das reportagens é "revelar inexistente vínculo" com partidos políticos da oposição e afirmar que pessoas de seu círculo de relacionamento "seriam criminosos".
Moro justifica a ação dizendo que "embora tenha tolerado por algum tempo essas notícias infamantes, a reiteração e a estratégia de baixo calão moral de atacar sucessivamente pessoas ligadas" a ele o forçou a recorrer ao MPF.
Na representação, o juiz rebate as alegações publicadas pelos blogueiros e usa adjetivos como "delirante" e "criminosa" para se referir a elas.
Moro destaca que, "embora as matérias sejam falsas, não desejo qualquer providência de censura ou interdição por ser contra, por princípio, essa providência".
Miguel Baia, do blog "Limpinho&Cheiroso", escreveu sobre a representação em sua página e disse que nunca teve intenção de difamar o juiz. Segundo ele, seu blog apenas reproduz conteúdo de outros veículos.
Já Portilho, que aparece como redator-chefe do "Portal I9", não escreveu sobre o assunto em seu site, mas usou página que leva seu nome em uma rede social para falar sobre o assunto: "Diziam que não era um petista fiel e que não vestia a camisa. Olha a paga".
No texto pergunta se a presidente Dilma Rousseff ou o senador Delcídio Amaral (PT-MS) irão pagar seus advogados e conclui: "Em Tempo: Não sou Zé Dirceu!"
Em uma busca no site da Justiça Eleitoral do Mato Grosso do Sul, Portilho aparece como réu em diversas ações por calúnia e difamação. 
(Folhapress)