quinta-feira, outubro 30, 2014

Multas de trânsito vão subir até 900 % a partir de sábado

Ultrapassagens perigosas e rachas são alvo de lei que altera Código de Trânsito


A partir deste sábado (1º), arriscar-se em ultrapassagens perigosas vai custar mais caro para motoristas que forem flagrados pela fiscalização. Nesta data entra em vigor a lei federal que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Entre as onze mudanças no código, estão as que aumentam a multa para esse tipo de infração e ainda as que endurecem o valor imposto a motoristas que praticam rachas. Em 2013, foram registadas 285.889 infrações, em casos que sofrerão punição mais severa; este ano, elas já somam 233.077.
No caso de ultrapassagens em que se força uma manobra perigosa com veículo vindo em sentido contrário, o valor da penalidade aumenta mil por cento, de R$ 191,54 para R$ 1.915,40. A multa para quem ultrapassar pelo acostamento, hoje de R$ 127,69, passará a R$ 957,70, uma alta de 650%. E as ultrapassagens em local proibido sofrerão reajuste de 500%, indo dos atuais R$ 191,54 para R$ 957,70. A percentagem valerá ainda para infrações como ultrapassagem em subidas, curvas e locais sem visibilidade.

Os rachas, se terminarem em acidente com morte, poderão levar o culpado a passar de cinco a dez anos na prisão. Sem vítimas, se a prática for flagrada, pode terminar em pena de três anos de prisão para os motoristas, e em multa mais cara: dos R$ 574,62 atuais, passará para R$ 1.915,40. Caso haja vítimas não fatais, a pena prevista no código modificado é de seis anos de prisão.


De acordo com o Denatran, as infrações, além de passíveis de cobranças mais caras, são consideradas gravíssimas e valem a retirada de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação. A nova lei prevê ainda que ultrapassagens perigosas e rachas custem aos motoristas envolvidos 12 meses sem o direito de dirigir. Já se o culpado for reincidente, o valor da multa dobra.

quarta-feira, outubro 29, 2014

Deputado que não se reelegeu se diz 'desmotivado' e renuncia ao mandato

Carlos Souza (PSD-AM) disse ter entendido 'recado das urnas'. Processo ao qual ele responde foi incluído na pauta do Supremo.


O deputado federal Carlos Souza (PSD-AM) (Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados)O deputado federal Carlos Souza (PSD-AM) renunciou nesta quarta-feira (29) ao mandato parlamentar. Ele se diz “desmotivado” por não ter conseguido se reeleger.

A carta de renúncia foi lida no plenário da Câmara dos Deputados pelo deputado Inocêncio Oliveira (PR-PE), que presidia a sessão.
"Resolvi tomar a decisão de antecipar minha renúncia ao cargo de deputado federal em virtude de não ter logrado êxito nas eleições", escreveu Souza na carta de renúncia. “Sinto-me desmotivado para continuar no exercício do cargo".
Segundo ele, "por compreender o recado das urnas”, ele não se sentiria “confortável em permanecer mais esses meses sem corresponder às expectativas em mim depositadas pelo povo amazonense”.
A renúncia se deu logo depois de processo contra ele no Supremo Tribunal Federal (STF) por tráfico de drogas ter sido colocado em pauta.

Hilton repete em Santarém o que disse ao Jornal do Comércio e ao blog do Jota Parente, com exclusividade: vai apoiar Valmir para prefeito

Hilton Aguiar, deputado

Deputado campeão de votos em Itaituba descarta candidatura a prefeito

Duas entre as várias revelações feitas pelo deputado estadual reeleito Hilton Aguiar (SD) no programa TV Blog do Jeso levado ao ar ontem (28) à noite na TV Encontro (Canal 26):
1ª) Que, apesar de ter sido o candidato à Alepa (Assembleia Legislativa do Pará) mais votado em Itaituba, com invejáveis 41% dos votos válidos (o 2º mais votado teve 7%), não será candidato a prefeito do município em 2016;
2º) Revelou quem vai apoiar: Valmir Climaco (PMDB), ex-prefeito com mandato pífio e que apoiou a candidatura de Helder Barbalho. “Fechamos um acordo e vou cumprir. Ele me deu todo apoio à minha campanha. Em 2016, vou retribuir”, garantiu.
Hilton Aguiar, que pertence a base de apoio do governador Simão Jatene, foi reeleito para o segundo mandato com 40.438 votos.
Ele foi um dos responsáveis pelas duas vitórias de Jatene (1º e 2º turnos) em Itaituba.
Fonte: blog do Jeso

Morreu outra vítima do acidente ba BR 163

O outro ocupante do automóvel da marca Toyota, no qual viajava o empresário Pantera,  que morreu segunda passada, também morreu.

Ele era conhecido como Júnior, sobrinho de Pantera.

Ontem, quando Baeco retornou de Santarém,  após o aepultamento de seu irmão Pantera, disse que Júnuor estava em estado de coma.

Por volta da meia noite ele não resisriue e morreu.

Júnior Ribeiro comenta nota sobre mal atendimento dado pelo médico peruano ao vereador Diomar

Meu caro amigo Jota Parente, já faz muito tempo que muita gente reclama do atendimento desse "açougueiro"' chamado de medico que veio do (Peru) para aprender a ser medico no Brasil - (Itaituba) e ninguém faz nada.  

Ninguém toma nenhuma providencia, vamos ver se alguém vão tomar agora. 

O vereador Diomar que é uma autoridade, mas não melhor que ninguém foi mais uma vitima desse incompetente. Espero que o vereador possa fazer uma reclamação formal ao Conselho de Medicina desse "maleta".

Se ele atendeu com uma autoridade dessa forma, agora imagina um pobre coitado? 

Júnior Ribeiro

Colossus abandona Serra Pelada: escritórios foram saqueados

Site do Geólogo

A mineradora canadense Colossus Minerals, que havia se associado à Coomigasp de Serra Pelada, faliu. Após demitir mais de 400 funcionários a mineradora, finalmente, abandonou o Projeto Serra Pelada que foi imediatamente saqueado pelos garimpeiros. 

O abandono foi total não restando nem os seguranças que pudessem proteger os ativos fixos como condicionadores de ar, computadores, máquinas etc...

terça-feira, outubro 28, 2014

'Schindler' britânico é condecorado por salvar crianças do Holocausto

O presidente da República Tcheca, Milos Zeman, entrega a Ordem do Leão Branco a Sir Nicholas Winton (Foto: AFP Photo/Michal Cizek)
O britânico Nicholas Winton, de 105 anos, que salvou 699 crianças da morte certa nos campos nazistas, foi honrado nesta terça-feira (28) em Praga com a mais alta condecoração tcheca. 
Em uma cadeira de rodas, Winton disse estar "encantado" de receber a Ordem do Leão Branco das mãos do presidente tcheco, Milos Zeman.
Participaram da cerimônia sete dos menores salvos pelo "Schindler britânico" - uma referência a Oskar Schindler, o empresário alemão que salvou centenas de judeus poloneses durante a Segunda Guerra mundial e foi imortalizado no filme "A lista de Schindler".
Winton viajou para a Tchecoslováquia no início de 1939, então ocupada pelos nazistas, quando era um jovem funcionário da Bolsa londrina.
Pressentindo o perigo após ter visitado um campo de refugiados, ele organizou rapidamente, entre março e agosto de 1939, a pedido das famílias, a partida de oito trens com 699 crianças, rumo à Grã-Bretanha.
Um nono trem, com 250 menores, partiria em 3 de setembro daquele ano, mas, nesse dia, a Grã-Bretanha declarou guerra à Alemanha. O trem foi bloqueado, e nunca mais se ouviu falar dessas crianças.
Os "meninos de Winton" e seus descendentes vivem agora no Reino Unido, Israel, Canadá e muitos outros países.
Sir Nicholas Winton manteve silêncio sobre seu gesto por quase meio século. (France Press)

'DECISÃO SOBRE PIZZOLATO É VERGONHA PARA O BRASIL'

:

O ministro Marco Aurélio Mello, do STF, afirmou que a decisão da Justiça italiana de rejeitar a extradição de Henrique Pizzolato é “uma vergonha” para os brasileiros; “O motivo foi não termos penitenciárias que preservem a integridade física e moral do preso. Para nós, brasileiros, é uma vergonha. Ele exerceu o direito natural de não se submeter às condições animalescas das nossas penitenciárias”, disse

André Richter, repórter da Agência Brasil - O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse hoje (28) que a decisão da Justiça italiana de rejeitar a extradição de Henrique Pizzolato é “uma vergonha” para os brasileiros. Na decisão da Corte de Apelação de Bolonha, os juízes entenderam que os presídios nacionais não têm condições de garantir a integridade do ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil.
Segundo o ministro, o entendimento da corte italiana sobre a dignidade do preso no Brasil “é procedente”. “O motivo foi não termos penitenciárias que preservem a integridade física e moral do preso. Para nós, brasileiros, é uma vergonha. Ele exerceu o direito natural de não se submeter às condições animalescas das nossas penitenciárias.”, disse o ministro.
Pizzolato foi condenado a 12 anos e sete meses de prisão na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Ele fugiu para Itália em setembro do ano passado, antes do fim do julgamento, e foi preso em fevereiro em Maranello (Itália). Em junho, a corte iniciou o julgamento, mas suspendeu a sessão para solicitar esclarecimentos do governo brasileiro sobre as condições dos presídios nacionais.
Em resposta ao governo italiano, a Procuradoria-geral da República e o Supremo informaram que teriam condições de garantir a integridade de Pizzolato. Ele deveria ficar preso no Presídio da Papuda, no Distrito Federal, caso fosse extraditado.

Desabafo forte e emocionado do vereador Diomar na sua volta à Câmara

O vereador Diomar Figueira voltou a participar de uma sessão ordinária da Câmara Municipal na manhã de hoje.

Ele descreveu em detalhes os momentos difíceis pelos quais passou até ser operado em Santarém.

O primeiro atendimento que teve em Itaituba, depois que ele sofreu o acidente no qual fraturou a terceira vértebra cervical, foi feito pelo médico peruano chamado César.

As referências do vereador a esse médico foram muito negativas.

Diomar contou que o Dr. César lhe disse que não era nada grave.

Como ele questionou o diagnóstico inicial, o médico falou nervoso perguntando se o paciente queria saber mais do que ele.

Com a informação que não era nada grave, Diomar, que sentia muitas dores, procurou um massagista que o atendeu por duas vezes.

Ressaltou ele, que essas massagens poderiam tê-lo deixado em uma cadeira de rodas para o resto da vida, de acordo como lhe informaram outros médicos.

Só quando foi examinado pelos médicos Leonard Cabral, Manoel Diniz e Erlon foi que o vereador ficou sabendo, após os exames necessários, que tinha sofrido uma fratura grave da terceira vértebra cervical, sendo recomendado que procurasse recurso em um centro mais adiantado.

Foi então que correu para Santarém, onde foi operado pelo médico Erick Jennings e equipe, no Hospital Regional do Baixo Amazônas.

Ele ainda está convalescendo, mas, mesmo assim, como sua licença havia expirado e ele não deu entrada na renovação, ou pediu afastamento por alguns dias, voltou para reassumir sua cadeira.


Segundo disse Diomar, sobre o Dr. César existem inúmeras reclamações de pacientes que afirmam terem sido mal atendidos por ele.

Diomar fala de seu problema de saúde

O vereador Diomar usa a tribuna para falar do mal atendimento do médico peruano de nome César, que foi quem o atendeu inicialmente em Itaituba.

Segundo Diomar, o médico disse que não era nada.

Ele repudiou a atitude do citado médico,  e disse que é comum esse tipo de atitude.

O vereador citou os nomes dos Leonard, Diniz e Erlon, de Itaituba que o atenderam corretamente depois.

O médico Erixk Jennings que chefiou a equipe médica que o operou em Santarém.

Toínho pede desculpas

O vereador Toínho Piloto usou a tribuna para pedir desculpas pelo que falou na sessão passada.

No final, parece ter sido encerrado esse capítulo do imbróglio provocado porq ele.

Nota se repúdio

Lido ofício da associação de mulheres, algumas sas quais estão na Câmara.

Elas protestam contra a fala do vereador Toínho Piloto.

Foi lida pela secretária nota de repúdio contra o vereador.

A vereadora Célia Martins referiu-se ao assunto na tribuna.

Ela disse que seu colega foi infeliz em suas palavras.

Mulheres na Câmara para protestar

Um grupo de mulheres está na Câmara.

O objetivo delas é protestar contra o que falou o vereador Toínho piloto na sessão passada.

As mulherres se senturam ofendidas por ele.

Diomar de volta

Na sessão se hoje da Câmara,  ocorre o retorno do vereador Diomar Figueira.

Ele passou por uma delicada cirurgua.

segunda-feira, outubro 27, 2014

AS OBRAS JÁ COMEÇARAM NO LOTEAMENTO CAMPO BELO

Imagem ilustrativa
              O Loteamento Campo Belo é um sucesso de vendas. São terrenos com preços acessíveis e que cabem em qualquer orçamento: parcelas mensais a partir de R$ 142,00, sem consulta ao SPC ou Serasa.

               A Campo Belo tem um outro grande diferencial: depois de quitado, o seu terreno já sai documentado, com escritura e tudo. As obras de infra-estrutura estão em pleno andamento. O Loteamento Campo Belo é um bairro 100% planejado que contemplam ruas pavimentadas, água encanada, e muito lazer para crianças e adultos, como parque ecológico, academia ao ar livre e pista de caminhada.

                        Possui também três avenidas duplas com espaços específicos para o comércio, além da conceituada FAI – Faculdade de Itaituba, que adquiriu uma quadra inteira para futuras instalações.

               A localização do Residencial Campo Belo está em área privilegiada da Estrada do BIS, há apenas 5 (cinco) minutos do centro da cidade. Muitas famílias e empresários já compraram seus terrenos no Loteamento Campo Belo. 

               Para ter o seu terreno, basta procurar o Plantão de Vendas, que fica na Estrada do BIS, quadra 12, aberto todos os dias, das 8h às 19h, e levar cópia da Identidade, CPF e comprovante de residência e casamento (se for casado).

Fonte: Assessoria de Imprensa

Números da eleição para o governo do Pará, abstenção e os principais colégios eleitorais



"Pantera" morre em acidente na BR-163 entre Santarém e Rurópolis

             O acidente aconteceu na manhã desta segunda feira, 27, por volta das 11 horas na Rodovia Santarém Cuiabá- BR-163 na altura do km 92 entre Santarém e Rurópolis.
O empresário João Rego Correa de 65 anos conhecido por “Pantera” irmão do empresário “Baéco” estava retornando há Itaituba depois de um final de semana em Santarém, ele estava acompanhado de um rapaz identificado por “Junior” que segundo informações trabalha na prefeitura de Itaituba.
Na altura do km 92 o veiculo que estava o empresário se chocou de frente com outro que passara no local, ele estava de cinto, mas nem assim conseguiu sobreviver, já o motorista foi levado em estado grave para Santarém, a motorista do outro veiculo quebrou uma das pernas, a criança que vinha com ela passa bem. 
A morte do empresário “Pantera” pegou muita gente de surpresa em Itaituba e Santarém. Recentemente a família perdeu Paulo César Correa que também era irmão do empresário “Baéco”, o mesmo morreu decorrente de um infarto.
O corpo da vitima foi levado para Santarém e posteriormente será transladado para Itaituba.

Fonte: blog do Júnior Ribeiro

Falta de profissionalismo da Veja, de O Liberal e do Diário do Pará foi a tônica na eleição

A revista Veja e os jornais O Liberal e o Diário do Pará foram o que aconteceu de pior, em se tratando da falta de profissionalismo na eleição que terminou ontem.

Difícil escolher entre os três, quem baixou mais o nível, tanto no primeiro quanto no segundo turno.

O Diário do Pará amanheceu hoje, na sua edição impressa, sem uma manchete a respeito da eleição para governador do Estado, porque o eleito foi Simão Jatene, que derrotou Helder Barbalho, da família dona do jornal.

Nem mesmo no site do Diário tem uma nota sobre o resultado da eleição no Pará.

O Liberal segue em sua linha editorial dos tempos do coronelismo, prosseguindo em sua campanha contra a família Barbalho, mesmo terminado o pleito.

Já a revista Veja deu um show de anti jornalismo, ao divulgar seguidas notícias contra a candidata a presidente, Dilma Rousseff, o que resultou em completa desmoralização dessa publicação, pois o TSE lhe impôs derrotas vergonhosas ao obrigá-la a publicar direito de resposta da candidata do PT, na reta de chegada do primeiro e do segundo turnos.

Para os paraenses e para os brasileiros faria muito bem se essa revista e esses dois jornais deixassem de existir.

domingo, outubro 26, 2014

Em Itaituba, votação foi apertada

A eleição foi pau a pau em Itaituba.

Simão Jatene teve 50,67% da votação.

Já o candidato Helder Barbalho chegou aos 49,33%

Grande vantagem de Jatene sobre Helder em Belém e Ananindeua fez a diferença

Helder Barbalho perdeu a eleição em Belém e em Ananindeua e isso fez uma grande diferença e foi um fator decisivo para que ele perdesse para Simão Jatene.

Jatene obteve 63,58% na capital, contra 36,42% de Helder.

Já na cidade que governou, Helder teve 37,62% e Jatene 62,38%

No primeiro turno Helder também perdeu com grande diferença de votos e não conseguiu reduzir a vantagem de seu opositor no segundo turno.

Simão Jatene vai para o terceiro mandato

Faltam apenas 0,76% dos votos para terminar a apuração no Pará, mas, o governador Simão Jatene não pode mais ser alcançado por seu adversário.

Jatene tem 51,94% dos votos apurados

Helder: 48,06%

Simão Jatene vai para o seu terceiro mandato.

Dilma está reeleita

A presidente Dilma Rousseff está oficialmente reeleita para mais um mandato de presidente da República, derrotando Aécio Neves.

Dilma teve 51,45% dos votos

Aécio Neves: 48,55%

Helder precisaria tirar mais de 1% por urna para ganhar

Agora faltam menos de 4% dos votos para serem apurados e Jatene continua 4% à frente

Isso significa que Helder teria que tirar mais de 1% de vantagem em cada urna que resta para ser apurada para virar governador do Pará.

Diferença em favor de Jatene crava em 4%

Apuradas 95,59% das urnas, a diferença está em exatos 4% em favor de Jatene

Jatene: 52%

Helder: 48%

Dilma aumenta vantagem

A presidente Dilma Rousseff aumentos em mais alguns décimos vantagem sobre Aécio Neves.

Com 97% das urnas totalizadas, eis os númros:

Dilmar: 51,32%

Aécio: 48,68%

Só faltam 5,34% das urnas para apurar no Pará

A essa altura, o Simão Jatene é o virtual governador do Pará, uma vez que seu opositor Helder Barbalho continua tirando a diferença, mas, de forma muito lenta.

Já foram apuradas 94,66% das urnas e os números mostram:

Jatene: 52,01%

Helder: 47,99%

Jatene se aproxima da reeleição

Com 93% dos votos apurados, Jatene tem 52,05% e Helder 47,95

Dilma caminha para a reeleição

Pelo andar da carruagem, vai se reeleger o governador do Pará e a presidente da República.


Com 96% dos votos apurados no Brasil, Dilma mantém poucos mais de dois pontos de vantagem sobre o candidato Aécio Neves.

Dilma: 51,09%

Aécio: 48,91%

Passa de 90% o percentual dos votos apurados no Pará

Totalizam 90,67%, cai muito lentamente a diferença de Jatene para Helder. Nesse ritmo, não há como Helder virar o jogo.

Ele precisaria tirar mais de 0,5% em cada urna que resta apurar, o que parece pouco provável de acontecer.

Jatene:  52,10%

Helder: 47,90%  

88,66% apurados

Simão Jatene: 52,29%

Helder: 47,71%

84% das urnas apuradas, vantagem de Jatene se mantém

Simão Jatene: 52,48%

Helder: 47,52%

Jogo duro em Itaituba

No município de Itaituba a eleição está bem disputada para o governo do Estado.

Apurados 86% dos votos, Jatene tem 51,60% dos votos, contra 48,40% de Helder. 

Jatene ganha fácil em Belém e Ananindeua, mas, perde feio em quase todo o Oeste do Pará

Na capital e na cidade que Helder governou por oito anos, Ananindeua, o governador Simão Jatene ganha com grande vantagem. 

Já nos municípios das região Oeste do Estado  candidato à reeleição perdeu feio.

Caiu mais um pouco a diferença

Apurados 78,83% dos votos, Helder consegue avanças mais alguns décimos. Com pouco mais de 20% votos por apurar, o candidato do PMDB precisa tirar mais pontos para tentar virar. A apuração em Belém está quase terminada.

Jatene: 52,73%

Helder: 47,23%

74,65% apurados

Jatene: 53,11%

Helder: 46,89%

70,81% e Jatene mantém dianteira

Tem caído, mas, de forma muito lenta a diferença em favor de Simão Jatene.

Jatene: 53,23%

Helder: 46,77%

66,48% de votos apurados no Pará

Jatene: 53,29%

Helder: 46,71%

62% das urnas apuradas

Jatene: 53,50%

Helder: 46,50%

Diferença de 6,80% - Mais da metade das urnas apuradas e Jatene continua na frente

A apuração no Pará chegou aos 55,80% das urnas.

Jatene: 53:40%

Helder: 46,60%

Vantagem de 6,80% de vantagem de Jatene sobre Helder.

Vantagem de Jatene se mantém

48% das urnas apuradas e Simão Jatene mantém a dianteira, com 53,56% dos votos apurados, enquanto Helder Barbalho tem 46,44%.

Apuração no Pará segue rápida

Até agora foram apuradas 34,86% dos votos no estado do Pará.

Jatene: 43:60

Helder: 46,40%

Mais uma pequena diminuição do percentual em relação à vantagem de Jatene.


Diminuiu um pouco a diferença

28,53% das urnas já foram apuradas na eleição para governador do Pará, e o governador Simão Jatene, que concorre à reeleição mantém a dianteira, mas, a diferença caiu alguns décimos.

Jatene: 53,78%

Helder: 46,22%

Jatene continua abrindo vantagem

Foram apuradas no Pará, até o momento, 21,10% das urnas.

Simão Jatene: 54,18%

Helder Barbalho: 45,82%

Aumenta a vantagem de Jatene

15,08% das urnas apuradas

Jatene: 53,73%

Helder: 46:27%

Jatene na frente

Foram apuradas 9,83% das urnas.

Jatene: 52,76%

Helder: 47:24

Apuração começa com equilíbrio no Pará

Cm 5% das urnas apuradas no Pará, Helder está na frente de Jatene, mas, por apenas 41 décimos.

sexta-feira, outubro 24, 2014

Lembram da Telexfree? Envolvidos no caso Telexfree têm bens bloqueados pela Justiça, no ES

A Justiça Federal sequestrou os bens, bloqueou contas e valores, e conseguiu a quebra de sigilo bancário e fiscal de uma empresa e de outras seis pessoas, todas ligadas à Telexfree noEspírito Santo. O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal no Estado (MPF-ES), conforme divulgado nesta sexta-feira (24).
A medida foi considerada necessária porque, durante a primeira fase da Operação Orion, em julho deste ano, foram apreendidos diversos documentos e surgiram indícios do envolvimento de novas pessoas no esquema da pirâmide financeira. A segunda fase foi realizada nesta sexta. Os nomes dos envolvidos não serão divulgados porque o processo tramita sob sigilo na Justiça Federal do Espírito Santo.
Na segunda fase da Operação Orion foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão na sede de uma empresa e em três residências, em Vitória e Vila Velha. Na operação, participam 12 servidores da Receita Federal e 20 policiais federais. (G1)
Comentário do blog: Existe um velho ditado, meio escrachado, mas, verdadeiro: Quem não trabalha ou não herda, enrica é merda.
Esse negócio da Telexfree era bom demais para ser verdade. E aqui mesmo em Itaituba havia uma pessoal que achava que iria enjoar de ganhar dinheiro. Tinha gente que partia pra briga quando alguém ousada dizer alguma coisa contra essa pirâmide financeira. O resultado está aí, tanto no Brasil, quanto nos Estados Unidos.
Foi bom para uma meia dúzia, os caras lá da parte alta da pirâmide.
Quando o negócio oferecido era bom demais, Wirland Freire costumava dizer para quem ia lhe propor grandes vantagens: fulano, isso é um negócio da China e tu não deves dividir com ninguém. Nem fala muito pro outros sobre isso. Fica só pra ti.



Delegado Jardel Guimarães no programa O Assunto É Este

Foto: Nazareno Santos
O convidado deste sábado, 25, do programa O Assunto É Este é o delegado Jardel Guimarães, superintendente de Polícia Civil do Tapajós.

Eu estarei conversando com ele a respeito da situação da segurança pública em Itaituba e na região sob sua jurisdição, com a ajuda de alguns colegas jornalistas que gravaram perguntas que serão feitas a ele.


O programa vai ao ar, todo sábado, de dez ao meio-dia.

Advogado de doleiro: Veja mentiu sobre Dilma

Brasil 247 - O advogado Antonio Figueiredo Basto, que comanda a defesa do doleiro Alberto Youssef, afirma que desconhece o depoimento de seu cliente que ancora a capa de Veja, publicada ontem, em edição extra; “Eu nunca ouvi nada que confirmasse isso (que Lula e Dilma sabiam do esquema de corrupção na Petrobras). Não conheço esse depoimento, não conheço o teor dele. Estou surpreso”, afirmou; "Estamos perplexos e desconhecemos o que está acontecendo"; tentativa de golpe contra a democracia é manobra da revista conduzida pelo jornalista Eurípedes Alcântara e pelo executivo Fábio Barbosa, que comanda a Abril, no lugar dos Civita; jornalismo brasileiro atinge seu momento mais torpe

A tentativa de golpe da Editora Abril contra a democracia brasileira não durou um dia. Menos depois de 24 horas após circular com uma edição extra, acusando a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula de "saberem de tudo" sobre o esquema denunciado na Petrobras, o "depoimento" do doleiro Alberto Youssef foi desmentido por ninguém menos que seu próprio advogado, o criminalista Antonio Figueiredo Basto.
“Eu nunca ouvi nada que confirmasse isso (que Lula e Dilma sabiam do esquema de corrupção na Petrobras). Não conheço esse depoimento, não conheço o teor dele. Estou surpreso”, afirmou Basto. “Conversei com todos da minha equipe e nenhum fala isso. Estamos perplexos e desconhecemos o que está acontecendo. É preciso ter cuidado porque está havendo muita especulação”, alertou o advogado.
A edição de Veja foi antecipada para esta quinta-feira para tentar interferir na sucessão presidencial, sobrepondo-se à soberania popular. Ontem, pesquisas Ibope e Datafolha confirmaram a liderança da presidente Dilma Roussef nas pesquisas eleitorais.
Os responsáveis diretos pelo atentado à democracia cometido pela Editora Abril são o diretor de Redação de Veja, Eurípedes Alcântara, o executivo Fábio Barbosa, que conduz a gestão da empresa, além dos acionistas da família Civita. Conduziram o jornalismo brasileiro a seu momento mais irresponsável, mais vil e mais torpe.